Techsult

terça-feira, 19 de outubro de 2010

O DESAFIO DO PROFESSOR NA ERA DIGITAL

Vivemos numa época onde o papel da escola e do professor é colocado diante de certos questionamentos, principalmente quando nos referimos às novas práticas e métodos desenvolvidos até então. Se pensarmos no professor como um mero transmissor ou repetidor de informações a sua função realmente não é mais necessária. De acordo com FREIRE (1979, p. 28), “O homem não é uma ilha. É comunicação. Logo, há uma estreita relação entre comunhão e busca”. É importante discutir a necessidade do educador se adaptar às inovações tecnológicas que atualmente vivenciamos e à crescente aquisição do letramento digital por seus alunos. Sendo assim, dada a importância das novas possibilidades de aquisição de conhecimento através das novas tecnologias, como é o caso do computador como ferramenta de ensino, não podemos nos esquecer do letramento digital como peça chave na apropriação dos meios digitais. Porém, antes de nos atermos a este tocante precisamos entender o significado do termo letramento, pois, atualmente, não é suficiente para o indivíduo ser apenas alfabetizado, principalmente com a velocidade em que o conhecimento se multiplica. Nos dias de hoje, a sociedade exige do indivíduo uma postura que o leve em busca da aquisição de novos conhecimentos capazes de dar a ele a garantia de cidadania.

A estrutura social é obra dos homens e que, se assim for, a sua transformação será também obra dos homens. Isto significa que a sua tarefa fundamental é a de serem sujeitos e não objetos de transformação. Tarefa que lhes exige, durante sua ação sobre a realidade, um aprofundamento da sua tomada de consciência da realidade, objeto de atos contraditórios daqueles que pretendem mantê-la como está e dos que pretendem transformá-la. (FREIRE, 1979, p. 48).


Em outras palavras, a citação acima nos mostra que o homem não pode ter uma postura passiva diante da sociedade. Precisa sentir-se capaz de contribuir com as transformações que são inevitáveis e, nada melhor, do que fazer parte delas. Como um ser que vive em grupo, precisa entender o seu papel e nada melhor do que fazer do conhecimento adquirido uma forma de se envolver mais com o meio em que vive.


Autor: Emmanuel França

Retirado da Monografia: FERRAMENTAS GRÁFICAS: DESAFIOS E POSSIBILIDADES COM VÍDEOS TUTORIAIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário